quarta-feira, 21 de Abril de 2010

"Poema "MULHER- NATUREZA-MÃE"


fotos google



Mulher-Natureza-Mãe!”



Montanha de segredos incómodos,
Segredos-mitos dilacerados pela Imaginação…
Assim és tu, Mulher,
Que te mostras ao olhar do Mundo,
Senhor do teu Mistério profundo.

Vulcão de força misteriosa,
Ventre-Terra… raiva fogosa…
Calor do Ser no acto de Existir
És, mesmo sem querer, força bruta no dar-se
Em acto de pura volúpia!

E ,na Lua brilhante, em Quarto-Crescente,
Afagas teu ventre, TERRA- MÃE-FECUNDA…

Tela impressionista,
Espalhas a beleza inconsciente da magia
Que de ti emana…

Eterno retorno da VIDA,
Assustas…
Mesmo quando desprotegida!

Frágil folha,
Solta da árvore pela força do vento,
Harmoniosa e cúmplice
Vais ao encontro da dor
Decidida a dar outra VIDA…

Pintura viva do andar do Mundo!
ISADORA dançando a cada segundo,
Volteias e rebolas o mistério louco
Da tua secreta condição,
Que se adivinha dos véus cerrados, transparentes,afastados…

MULHER-NATUREZA-MÃE!
Por que se disputa
A poesia que de ti advém?

Toalha de branco linho
Em pic-nic mágico,
Transformado em lençol de seda ofuscante!

CRIATURA!
Que tens dentro, enquanto a POESIA dura?

Espiral de Criação!
Pintura viva do Amor ,em constante mutação!
Erva doce da permanente magia
QUE É DAR À LUZ outro dia…


C7G-(q.c)-38/83- FEV/010

14 comentários:

  1. Lindíssima homenagem á mulher,natureza ,mãe.

    "Nada é mais insondável do que a interioridade da mulher ."

    Sinto-me feliz com o seu regresso,

    Beijo.

    ResponderEliminar
  2. Bom dia Maria!

    Na fortaleza de tua vida ardorosa
    Que na aflição de teu amor fecundo
    Flui tua alma serena esplendorosa
    Gera um sonho afetuoso e profundo

    Abraços fraterno, beijos.

    ResponderEliminar
  3. Olá Maria Ribeiro! Esta semana estou divulgando uma “nova” postagem. Trata-se de um conto; que na verdade vem a ser uma reedição de meu blog. Sua postagem original ocorreu em 13.02.09; sendo esta a minha terceira postagem no blog. Naquela ocasião este texto não recebeu nenhum comentário. O texto é “O Sr. e o Dr.”. Espero que você, tendo um tempinho, o aprecie.
    Um grande abraço, minha gratidão antecipada!

    Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. Mulher-Natureza-Mãe - linda e forte homenagem à VIDA!
    Beijo

    ResponderEliminar
  5. Poema doce e forte, como a terra viva, que dá vida. Terra-Mãe, Deusa das Fontes, regaço, por ti tudo passa, ponte do céu e da Terra, em silêncio vences o Tempo, como os troncos maleáveis sabes domar o vento, e preparas sem que o saibam os vestidos das árvores para os noivados da primavera. És Mulher-Estrela-Terra- Mar...Sem ti não esxiste o verbo Amar.

    ResponderEliminar
  6. Maria, não posso deixar de pensar que o seu poema é na verdade a reminiscência e homenagem aos nossos mitos mais antigos. Numa terra misteriosa como a nossa, de facto este culto da Terra / Lua, a parte feminina de um animismo muito mais de acordo com os ciclos da vida, faz muito mais sentido que qualquer religião posterior, que assenta no inanimismo e no inverosímil. Em mitos falsos. Quando temos à nossa volta a fecundidade do Universo, que não precisa de fé cega para ser vista - que fazemos? Viramo-nos para a crença em fantasmas.

    ResponderEliminar
  7. Mulher-força, Mulher-raiz...que estende os braços como liames fortes e ama, apesar do seu sofrimento...acolhe no seu cais todos os barcos perdidos no alto mar... esquece-se de si e, com a alma estendida, recolhe o coração dos outros.
    Beijo carinhoso
    Graça

    ResponderEliminar
  8. Manuel Marques: é bem verdadeira a sua afirmação. Tenho um verdadeiro culto pela minha condição feminina, embora, honestamente, não pense na minha humilde pessoa, quando escrevo...
    Já agora, meu amigo, obrigada pelo seu apoio enquanto não pude aparecer.
    Beijo de LUSIBERO

    ResponderEliminar
  9. Cirrus: sabe que fico feliz com os seus comentários à poesia, mesmo que não seja, como já disse, um campo literário das suas preferências.Estou plenamente de acordo com o seu pensamento ,a respeito deste tema: MULHER.
    Beijo amigo de MªELISA

    ResponderEliminar
  10. Minha querida: só uma MULHER- MULHER pode chegar às conclusões que tu chegaste, amiga.
    Obrigada por teres "entrado" no meu pensamento...
    Beijo amigo de MªELISA

    ResponderEliminar
  11. EDUARDO ALEIXO: que lindo poema à Mulher, este seu comentário! BEM -HAJA!
    BEIJO AMIGO DE MªELISA(LUSIBERO)

    ResponderEliminar
  12. QUICAS: primeiro que tudo, quero agradecer as lindas e amigas palavras que me dirigiu, enquanto não pude reaparecer.
    Quanto ao poema ,tem razão! Mulher é tudo isso! Não penso ,sequer, no "JOIO"...
    BEIJO AMIGO DE MªELISA(LUSIBERO)

    ResponderEliminar
  13. BOM dia , ANTONIO LÍDIO!Adorei seu comentário!
    BEIJO AMIGO DE Mª ELISA(LUSIBERO)

    ResponderEliminar
  14. Mulher,o início de tudo:
    Saudades amada amiga,felicidade pura ,termos voce, de volta para nosso aconchego!

    bam vinda1

    viva la vida

    ResponderEliminar